Apresentação

Departamento de Estudos Ingleses e Norte-Americanos é responsável pelas atividades de ensino, de investigação e também de interação com a sociedade no âmbito dos estudos anglísticos.

Desde a sua criação, em 1976, o departamento tem promovido atividades de ensino e de investigação quer no campo da Língua e da Linguística inglesa quer no da Literatura e da Cultura inglesas, norte-americanas e irlandesas, em áreas de trabalho tão diferenciadas como a sociologia da língua, a análise do discurso, a fonética, o Inglês para fins específicos, a tradução, os estudos de género, os estudos pós-coloniais, os estudos performativos e de cinema, os estudos de teatro, a literatura de viagens, as relações culturais e interculturais, as poéticas interartes, a escrita criativa, entre outros.

Toda esta atividade está patente quer nas disciplinas lecionadas em diferentes cursos de licenciatura, de mestrado e de doutoramento, quer nas atividades específicas de investigação desenvolvidas pelos seus docentes, bem assim como nas atividades e eventos que o departamento promove todos os anos.

Recentemente, o Departamento de Estudos Ingleses e Norte-Americanos integrou no seu seio a área disciplinar de Estudos de Teatro, a qual responde a necessidades de âmbito pedagógico e de investigação que advêm da criação do curso de licenciatura em Teatro.

O departamento conta, neste momento, com um corpo docente de carreira de 10 professores de carreira – entre catedráticos (1), associados (2) e auxiliares (7) – e vários colaboradores convidados. Neste momento, ao todo, o DEINA tem 11 professores doutorados, sendo os restantes maioritariamente detentores do grau de mestre e na sua maioria em processo de doutoramento.

Prestando colaboração a um vasto leque de cursos (de licenciatura, de mestrado e de doutoramento) quer do Instituto de Letras e Ciências Humanas, quer de outras escolas da Universidade do Minho, nomeadamente, a Escola de Ciências, a Escola de Direito, a Escola de Economia e Gestão, a Escola de Engenharia, o Instituto de Ciências Sociais e o Instituto de Educação, o Departamento tem ainda um grande número de protocolos ERASMUS, promovendo a circulação dos nossos alunos por várias universidades europeias e recebendo todos os anos um substancial número de alunos de outras universidades.